Portal Destaque Ir para conteúdo principal
Ir para conteúdo principal Logotipo Guaporé
conteúdo do menu
Conteúdo Principal conteúdo principal
10/05/2019 Sec. de Segurança Pública e Trânsito
COMPARTILHAR NOTÍCIA

Plano Municipal de Segurança Pública é criado para auxiliar no combate à criminalidade em Guaporé

Projeto, desenvolvido pelo Poder Executivo, visa propiciar organização, planejamento e política governamental para atacar as causas mais frequentes da violência

“Vencer o desafio mais palpitante do cidadão na atualidade, que é a segurança pública, além de propiciar uma organização, planejamento e uma política governamental para atacar as causas mais populares da violência e da criminalidade, e não tão somente agir nos efeitos que já são os eventos consequentes dos fatos delituosos”. São com estes objetivos que o Poder Público, através da secretaria Municipal da Segurança Pública e Trânsito, apresentou e passa a desenvolver, a partir da aprovação na Câmara de Vereadores, uma série de ações que estão elencadas no Plano Municipal de Segurança Pública.

Segundo o secretário, Vilson Eduardo Sgorla, o Poder Executivo, aliado às forças da segurança pública (Brigada Militar, Polícia Civil e Susepe), Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) e comunidade, vêm desde 2017 desenvolvendo uma série de ações que impactam positivamente na redução dos índices de criminalidade. 
“Reestruturamos todo o sistema de vídeo monitoramento, e investimentos na sinalização de trânsito, como também, criamos o Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) que é o braço do Poder Público mais próximo da população, conhecendo de perto os problemas e conflitos, podendo ajudar a solucioná-los quando eles ainda têm proporções reduzidas, podendo mobilizar, articular e incentivar a própria comunidade na obtenção da cultura da paz”, disse Sgorla.

Porém, são necessárias mais atividades para que todos possam sentir-se seguros e viveram com qualidade de vida. Sabedores que o enfrentamento à criminalidade em Guaporé não é uma tarefa simples, e baseado na estatística das sete principais ocorrências elencadas, sendo homicídio, furto, furto de veículo, roubo, roubo de veículo, entorpecente posse e entorpecente tráfico, as autoridades observaram a necessidade iminente de novas ações para vencer desafios e atender compromissos com os guaporenses.

“Como estratégia, vamos apostar na eficácia das intervenções nos bairros e nos efeitos da prevenção para a redução da violência e da criminalidade através de programas de conscientização do jovem, pela presença de câmeras de videomonitoramento e a aquisição de software de identificação de atitudes suspeitas e pela melhoria do aparato policial. O objetivo é investir e dar suporte necessário para que os servidores da segurança pública (BM, PC, Bombeiros e SUSEPE) possam potencializar ações para diminuir cada vez mais os indicadores criminais”, afirmou o secretário.

A concentração de esforços e a integração das atividades do Poder Público, junto aos demais órgãos de segurança pública, busca a melhoria no Presídio Estadual de Guaporé com a construção de muros e novas contenções para evitar fugas e a entrada de drogas e celulares, investimento em projetos de conscientização de jovens em parceria com a Secretaria de Educação, ampliação do sistema de vídeo monitoramento com aquisição de software de identificação de atividades suspeita, adesão ao SIM que permite a captação de recursos do ICMS para reforçar o orçamento e viabilizar uma série de investimentos a serem programados, tanto na prevenção quanto no combate à criminalidade.

“É preciso avançar nas conquistas e enfrentar novos desafios, ampliando os efeitos das ações do Município e do Estado, com a participação da comunidade e dos Órgãos da Segurança Pública locais, para que tenhamos a situação ideal de resultados em termos de sensação de segurança. É bom destacar que as políticas públicas na área de segurança, sempre estiveram concentradas na esfera dos governos Federal e Estadual, no entanto, hoje já está claro o papel fundamental do Município numa política eficaz de prevenção e combate à violência”, afirmou Sgorla.

Outras Notícias