Portal Destaque Ir para conteúdo principal
Ir para conteúdo principal Logotipo Guaporé
conteúdo do menu
Conteúdo Principal conteúdo principal
26/01/2021 Gabinete do Prefeito
COMPARTILHAR NOTÍCIA

Administração Municipal e SESI negociam ampliação da cedência do Complexo Esportivo

Executivo, que tem a cedência de uso da área onde localiza-se a Escola Rosa dos Ventos, busca assumir também, através de documentação, o espaço esportivo e demais dependências. Posse daria autonomia para executar melhorias

As medidas restritivas de combate à pandemia do coronavírus (Covid-19), iniciada pelos Governos no Brasil em março de 2020, alteraram as relações entre os entes público, privados e a comunidade. Por momentos, todas as atividades pararam. Serviços essenciais, com rigorosos controles sanitários, seguiram.

Na Administração Municipal muitas foram as ações que demandaram estudos e tomadas de atitudes. Uma delas, que estava muito bem encaminhada com a direção do Serviço Social da Indústria (SESI), era a retomada de toda a área física do Complexo Esportivo, localizado no bairro São Cristóvão. O espaço, que pertence ao Poder Público e está cedido em comodato ao SESI até dezembro de 2024, não é mais de interesse da instituição privada que, durante os últimos anos, está investindo na educação dos trabalhadores, seus dependentes e comunidades onde está inserida.

Em 2018, Executivo e SESI assinaram um contrato de Cessão de Uso Temporário – a Título Gratuito, para utilização da área onde está instalada, atualmente, a Escola Municipal de Educação Infantil Rosa dos Ventos. Na primeira quinzena de março de 2020, antes da pandemia, o Município encaminhou um projeto para a Câmara de Vereadores para rescindir antecipadamente o Termo de Cessão de Uso Firmado com o SESI e efetuar as compensações pertinentes e permuta de imóveis. O projeto foi aprovado e encaminhado para a direção nacional da instituição. Com a interrupção das atividades, a análise ficou estancada. No mês de novembro, um novo projeto, agora para a revogação da Lei, passou pelo aval do parlamento guaporense.

“Com essa medida alinhamos algumas questões com o SESI e estamos em negociações há meses para ampliação do contrato de Cessão de Uso Temporário da parte onde localiza-se o campo de futebol, arquibancada de demais dependências. O espaço do educandário está sob nossa administração. O que buscamos é gerenciar o restante da área até dezembro de 2024 quando encerra o comodato e automaticamente tudo retornará ao município sem ônus aos cofres públicos”, disse o prefeito Valdir Carlos Fabris durante encontro com o gerente de operações do SESI, Jairo Talarico, secretária da Educação Veridiana Maria Tonini, vereador Jonas Agosti (MDB) e a assessoria jurídica na manhã da segunda-feira, dia 25 de janeiro.

A Administração Municipal está efetuando um levantamento de todas as áreas públicas que possam ser cedidas em comodato para que a direção do SESI – Departamento Regional do Rio Grande do Sul, construa um novo espaço para abrigar os alunos matriculados no contraturno da escola regular.

Outras Notícias