Portal Destaque Ir para conteúdo principal
Ir para conteúdo principal Logotipo Guaporé
conteúdo do menu
Conteúdo Principal conteúdo principal
13/01/2021 Sec. de Educação
COMPARTILHAR NOTÍCIA

Ano letivo na Rede Pública Municipal inicia no mês fevereiro em Guaporé

Três calendários foram planejados para que não haja prejuízos no aprendizado aos cerca de três mil matriculados

O ano letivo de 2021 na Rede Pública Municipal de Guaporé está formatado e com planejamento, definido independente das condições que se apresentará a pandemia do coronavírus (Covid-19). A Administração Municipal, através da Secretaria de Educação, sob coordenação da secretária Veridiana Tonini, definiu para o dia 18 de fevereiro o início das atividades educacionais nas 10 Escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental. São aproximadamente de três mil alunos matriculados e cerca de 570 profissionais envolvidos.

O ano, conforme salienta Veridiana, será voltado aos cuidados da saúde de todos. Todos os espaços físicos passaram por melhorias e adequações necessárias ao longo de 2020, quando a pandemia interrompeu as atividades presenciais. Foram investidos milhões de recursos públicos para melhorar a infraestrutura dos refeitórios, cozinhas, salas de aula, espaços de lazer e recreação, laboratórios de informática, bem como, redes de energia elétrica, água e esgoto, telhados, entre outros. Todas as reformas, afirmou a secretária, foram feitas sem descuidar do planejamento pedagógico e do calendário para o ano letivo.

“Entramos 2021 com os mesmos desafios no enfrentamento à pandemia da Covid-19, porém, mais maduros pelo conhecimento das fragilidades e de onde podemos melhorar. A equipe da Secretaria de Educação, que muito tem trabalhado, formatou três calendários para 2021: híbrido (parte dos alunos nas salas e parte em casa); normal (todos nas salas de aula); e com aulas remotas (todos em casa em caso de bandeira preta). São todas as possibilidades possíveis pelo momento de incerteza que estamos vivendo”, disse Veridiana informando que o planejamento para o ano letivo de 2021 passará pela análise do Conselho Municipal de Educação (CME) e para ser colocado em prática precisará ser aprovado.

Segundo a secretária, haverá um forte investimento neste ano será na parte pedagógica.

“Nossos esforços estão concentrados em planejar e ter metodologias estratégicas para que os alunos tenham aulas de reforço. Buscaremos profissionais que irão trabalhar para compensar e recuperar a defasagem educacional aos nossos alunos”, disse.

Para aprimorar ainda mais o aprendizado, facilitando o entendimento entre educadores e alunos, a equipe de profissionais da Secretaria de Educação está buscando melhorar a plataforma de ensino caso haja necessidade das atividades serem no formato híbrido.

 

Educação Infantil

No mês de janeiro, a Educação Infantil retornará dentro das normas de enfrentamento à Covid-19, de forma assistencial, priorizando famílias com pais e mães que trabalham e não têm com quem deixar as crianças. O ano letivo 2021 inicia em fevereiro.

Outras Notícias