Portal Destaque Ir para conteúdo principal
Ir para conteúdo principal Logotipo Guaporé
conteúdo do menu
Conteúdo Principal conteúdo principal
22/07/2020 Sec. de Educação
COMPARTILHAR NOTÍCIA

Alunos da Escola Municipal Imaculada Conceição anunciam “cura da Covid”

Atividade escolar remota, com temática do cotidiano vivido por todos, foi desenvolvida pelas educadoras Patrícia Zanchin e Adriana Parssianello

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) está afetando há mais de 130 dias a vida de todas as pessoas. Setores econômicos e sociais sofrem com as incertezas do “amanhã” e não há expectativa de quando tudo voltará ao “normal”. Se há restrições para o funcionamento de indústrias e comércio, o mesmo não se pode dizer da área educacional. Atividades dentro das salas de aula estão suspensas e, para compensar a forma tradicional de ensinar, equipes diretivas e educadores estão se desdobrando.

Diante do quadro, a Administração Municipal, através da Secretaria de Educação, elaborou um plano de ação para que os cerca de três mil estudantes pudessem continuar apreendendo, mesmo em meio à pandemia e ao isolamento social. As redes sociais e grupos de mensagens instantâneas foram, num primeiro momento, fundamentais para a “aproximação” e vínculo de comunicação entre a comunidade escolar. Posteriormente, com a aquisição da plataforma de ensino online “ClipEscola” as atividades foram ampliadas.

Com o quadro estabilizado, as educadoras passaram a desenvolver novos projetos e fomentar cada vez mais o ensino no ambiente familiar. Na Escola Municipal de Ensino Fundamental Imaculada Conceição as professoras Patrícia Zanchin e Adriana Parssianello elaboraram o projeto “#Interligados e conectados através do mundo da leitura desvendando os mistérios do conhecimento”. Este necessitou ser adaptado para o aprendizado aos educandos das turmas de Terceiros Anos.

“É no terceiro ano que as crianças consolidam o processo de alfabetização. Procuramos oferecer aulas dinâmicas, com recursos variados. Aulas práticas que busquem os mais diversos gêneros textuais”, disseram.

Em uma destas atividades, os estudantes foram incentivados a criarem um telejornal com a temática da “cura da Covid”. Eles, com auxílio dos pais, foram repórteres por um dia.

“Os alunos tinham que criar e escrever a própria notícia. Após, cada um deveria gravar e enviar ao grupo de WhatsApp, noticiando aos colegas, às professoras e aos familiares o fim da pandemia, o surgimento da vacina e a cura da Covid-19. Notícia que todos gostariam de ouvir, de saber e os repórteres do mundo inteiro gostariam de noticiar”, destacaram as professoras.

Conforme Patrícia, Adriana e Inês, a criatividade e a desenvoltura dos envolvidos na atividade escolar surpreenderam. As educadoras da Rede Pública Municipal de Ensino afirmam estar orgulhosas e emocionadas por conseguirem proporcionar algo diferenciado neste momento de incertezas e angústias na vida de todos nós.

Outras Notícias