Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
06/02/2019
Poder Público tem audiência com a Corsan
Postado por: Secretaria do Meio Ambiente
Poder Público tem audiência com a Corsan

O Poder Público Municipal, através do prefeito Valdir Fabris e vice Adalberto Bastian, esteve em audiência na Corsan, dia 4 de fevereiro.
Na oportunidade, junto com a secretária de Meio Ambiente, Monia Zampeze, foi abordado o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Conselho Municipal de Saneamento Básico, que dará suporte às ações na área.
A Política Municipal de Saneamento Básico tem como objetivo melhorar a qualidade da sanidade pública, respeitando as responsabilidades da União e dos Estados, mas visando manter a comunidade assistida, o meio ambiente preservado, unindo forças para a manutenção e melhoria da qualidade e salubridade ambiental. Visa principalmente priorizar planos e projetos que ampliem ações e serviços de saneamento básico à população de baixa renda, promovendo qualidade de vida e desenvolvimento sustentável para a população.
“Apresentamos o Plano Municipal de Saneamento Básico, e estreitamos parcerias para que a comunidade possa ser sempre melhor atendida. Estamos atentos e cobrando serviços de qualidade, mesmo que não seja responsabilidade direta do Poder Público o abastecimento de água, por exemplo. Saímos satisfeitos e acreditamos que através do diálogo vamos sempre construir uma rede de atendimento à população com mais agilidade e eficácia”, disseram os administradores.
A comitiva do Executivo foi recebida pelo gerente da unidade local Jorge Dexheimer e na oportunidade foram debatidos caminhos para que a Corsan continue promovendo melhorias e manutenção na rede de abastecimento, evitando ao máximo interrupções de fornecimento de água prolongados, como aconteceu em janeiro, quando a comunidade buscou esclarecimentos junto ao Poder Público e imprensa. A Corsan havia comunicado a interrupção programada, porém, problemas que fugiram do controle da companhia com a formação de bolsões de ar em alguns pontos, acabou prejudicando a chegada da água com normalidade. O objetivo é evitar ao máximo imprevistos dessa natureza e agilizar a resolução dos mesmos.