Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
27/12/2018
Atendimentos são realizados por dois servidores na Casa da Cultura
Postado por: Secretaria Geral de Governo
Atendimentos são realizados por dois servidores na Casa da Cultura

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), de Guaporé, tem exercido papel fundamental no controle social no mercado de consumo, visando sempre a garantia dos direitos dos consumidores. Coordenado pelo secretário geral de Governo, Vilson Eduardo Sgorla, advogado, o Procon Municipal qualificou e dinamizou a forma de atendimento ao público no segundo semestre de 2018, fazendo com que as resoluções dos processos fossem obtidas com maior brevidade.
Conforme Sgorla, durante o período de 1º de janeiro de 2017, quando iniciou as atividades do Governo Fabris e Bastian frente ao Poder Executivo de Guaporé, até o dia 30 de maio de 2018, foram atendidos pelo Procon Municipal 445 processos, sendo 331 em 2017 e 114 neste ano. Com as mudanças na coordenação, as novas propostas para agilizar os trabalhos junto aos consumidores que buscam as soluções de problemas e a inclusão de um estagiário (cursando Direito), o órgão atendeu 367 processos do dia 2 de junho até 28 de dezembro.
Dos casos que passaram pelo Procon Municipal, 98% foram resolvidos e os que não tiveram solução, pelos mais diversos motivos, os consumidores foram orientados a procurar a Justiça.
“Tornamos o atendimento mais ágil. A demanda é grande e muitos consumidores procuram diariamente atendimento no Procon Municipal. Buscamos atender a todos e resolver seus problemas da melhor maneira possível para que não saiam lesados dos seus negócios. Acreditamos que o trabalho, que é incansável, está dando resultado. Em seis meses fizemos muito e a consequência deste desprendimento é o número de processos que foram solucionados. Estamos felizes com o trabalho e acreditamos que a comunidade que procura o Procon de Guaporé também está”, disse.
Sgorla salienta ainda que foram encaminhados 46 autos de notificações para empresas, estabelecimentos comerciais e instituições financeiras que apresentaram irregularidades em Guaporé. Destes, três processos aguardam recebimento de contratos/documentação para que sejam solucionados.
“Estamos sempre fiscalizando e buscando o melhor para todos”.
O Procon Municipal, conforme destaca Sgorla, existe para garantir que os direitos dos consumidores sejam respeitados pelos fornecedores de serviços e produtos, mantendo assim o equilíbrio das relações de consumo. O atendimento acontece na Casa da Cultura, de segunda a sexta, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h30min.