Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
13/11/2018
Salve vidas! 6ª edição do “Sangue Azul”
Postado por: Secretaria da Saúde
Salve vidas! 6ª edição do “Sangue Azul”

Quem doa sangue, doa vida! A Associação dos Gremistas de Guaporé (AGG), juntamente com o Poder Público Municipal através da Secretaria da Saúde e o Hemocentro Regional de Saúde (Hemopasso) de Passo Fundo, promovem mais uma campanha para coleta de bolsas de sangue. A 6ª edição do “Sangue Azul” está marcada para o sábado, dia 24 de novembro, a partir das 8h, em frente ao Centro Municipal de Saúde – Posto Central. A ação solidária tem como objetivo reforçar, independente do tipo sanguíneo, o estoque do Hemopasso e incentivar as pessoas que já são doadoras a se tornarem regulares, assim como as que nunca doaram, a colaborar pela primeira vez.
Serão coletadas 110 bolsas. É essa a capacidade de recolhimento da unidade móvel do Hemocentro de Passo Fundo. O ônibus, com equipe de profissionais capacitados e que darão todo o suporte, estará estacionado na rua Agilberto Maia, bairro Centro.
Acesse, inscreva-se e faça o bem às pessoas que necessitam: www.macropublicidade.com.br/site/doesangue.

Box
Para a doação:
O doador deve apresentar documento de identificação com foto.


Para doar é necessário:
– Estar em boas condições de saúde;
– Ter entre 16 e 17 anos – mediante autorização dos pais ou responsáveis – ou, acima disso, ter até 69 anos, 11 meses e 29 dias;
– Ter peso igual ou superior a 50kg;
– Ter dormido pelo menos 6 horas na noite anterior;
– Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
– Não estar grávida, nem amamentando;
– Não ter tido contato sexual com pessoas que tenham comportamento de risco para doenças transmissíveis pelo sangue.
– Não fazer uso de drogas injetáveis;
– Não ter contraído Sífilis, Hepatite, Doença de Chagas ou AIDS;