Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
26/09/2018
Saúde: Governo investe R$ 2 milhões além dos 15% previstos em Lei
Postado por: Secretaria da Saúde
Saúde: Governo investe R$ 2 milhões além dos 15% previstos em Lei

O Governo Municipal está investindo forte na área da saúde. Para o ano de 2018, além dos 15% do orçamento previstos em Lei, de acordo com o secretário da Fazenda, mais R$ 2 milhões serão investidos no setor. “O Governo está investindo muito em educação e saúde. Neste ano, para a área da saúde, teremos dois milhões de reais a mais, além do previsto em lei, que é de 15% do orçamento. Para as pessoas terem ideia, durante todo o ano passado, o Município gastou 967 mil reais em medicamentos. Em 2018, somente até o final de agosto, já gastou um milhão e cem mil reais. Além do consumo ter aumentado, o preço dos remédios também aumentou”, esclarece o secretário.
Além dos medicamentos de competência do Município, houve investimentos em cirurgias de pequeno porte, diminuindo muito a lista de espera e foram realizadas mais de 140 cirurgias de cataratas em um ano e meio. “Queremos zerar as listas de espera para as cirurgias eletivas e para cataratas, e vamos conseguir”, diz o secretário da Saúde, vice prefeito.
O Governo também investiu em mais profissionais, médicos especialistas, na parceria com o Hospital Manoel Francisco Guerreiro aconteceu a contratação de mais um médico plantonista nos dias de maior necessidade. Foram adquiridos veículos novos, um micro-ônibus, uma Spin e em breve mais uma Sprinter chegará para a secretaria.
Segundo os dados da pasta, diariamente a Farmácia Central e os dispensários de saúde dos ESFs atendem em média 300 usuários. As compras de medicamentos para todo o ano de 2018 são programadas e compradas em modalidade licitação, conforme a Lei 8.666/193.
As compras são planejadas para que nenhum munícipe fique sem os medicamentos de competência do Município. “Hoje podemos dizer que estamos satisfeitos com a implantação do prontuário eletrônico, que auxiliará muito para evitar qualquer desperdício de medicamento ou medicação dupla, no plantão do hospital e depois em um posto de saúde. Este prontuário é interligado e traz o histórico completo de cada paciente e dados de sua última consulta. Também estamos com nossas farmácias completas, não há falta de medicamentos na saúde pública que compete ao Município”, esclarece.