Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
14/09/2018
Escola Dr. Jairo Brum entre as vencedoras do Prêmio MPT na Escola RS 2018
Postado por: Secretaria da Educação
Escola  Dr. Jairo Brum entre as vencedoras do Prêmio MPT na Escola RS 2018

Participando pela primeira vez do Prêmio MPT na Escola RS 2018, promovido pelo Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Sul (MPT/RS), o município de Guaporé, através da Escola Municipal de Educação Fundamental Dr. Jairo Brum, conseguiu classificação entre os melhores na categoria Desenho 4º e 5º anos. A lista com os vencedores foi divulgada na terça-feira, dia 11 de setembro, e a premiação será entregue no dia 5 de outubro, em Sessão Solene, promovida pela Procuradoria Regional do Trabalho da 4.ª Região, em Porto Alegre em Porto Alegre.
A iniciativa, voltada a alunos do Ensino Fundamental, objetiva premiar os melhores contos, curtas-metragem, esquetes teatrais, músicas, desenhos e poesias sobre o combate ao trabalho infantil, elaborados a partir de atividades em sala de aula. São seis categorias, divididas entre alunos dos 4º e 5º anos e 6º e 7º anos. O trabalho de desenho do educandário guaporense, localizado no bairro Santo André, foi o terceiro melhor entre os inscritos dos 4º e 5º anos. Ficou atrás da Escola Municipal Alfredo Pedro da Silva (Cidreira) e do campeão da Escola Municipal Major João Antônio Marques (Xangri-lá).
“O educando Yuri Lian (5º ano) participou na categoria desenho e ficou em terceiro lugar na Etapa Estadual. Nesta categoria havia como pré-requisito a expressão da ideia, desenvolvimento criativo e qualidade do desenho. A EMEF Dr. Jairo Brum parabeniza o Yuri pela premiação e empenho e as professoras Sirlei Cerutti e Fabíula Cover que auxiliaram no desenvolvimento das atividades do projeto”, disse a diretora Ieda Bassani.
Segundo a coordenadora de Combate à Exploração do Trabalho de Crianças e Adolescentes (Coordinfância) do MPT-RS, procuradora Ana Lucia Stumpf Gonzalez, a avaliação dos trabalhos inscritos foi feita por comissão julgadora, composta de 3 jurados para cada categoria, os quais foram convidados pelo MPT entre membros e servidores do órgão, membros da Justiça do Trabalho, profissionais das áreas avaliadas e parceiros nas ações de prevenção e erradicação do trabalho infantil.
Conforme o MPT/RS, participaram da 2ª edição do concurso mais de 1.000 turmas, de 190 escolas, de 59 municípios gaúchos. Os trabalhos vencedores serão publicados pelo MPT em livro ou revista.