Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
26/04/2018
26 de abril: Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial
Postado por: Secretaria da Saúde
26 de abril:  Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

O que é hipertensão e como prevenir essa doença? A hipertensão é determinada por elevados níveis de pressão sanguínea nas artérias, o que faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer circular o sangue através dos vasos sanguíneos.
A Hipertensão não é uma doença, mas sim um estado. Você deve descobrir o fator que está causando a pressão alta. Exemplos: você pode ser hipertenso porque seu ácido úrico pode estar elevado, tratando o problema do ácido úrico aumentado, normalizamos a pressão arterial. Você pode ser hipertenso devido a sua obesidade, emagrecendo normaliza sua pressão arterial. O aumento da pressão arterial também está relacionado com o excesso de bebidas alcoólicas, excesso de fumo, estresse intenso, grande consumo de sal de cozinha refinado, produtos industrializados e falta de atividade física e outros.
Quais os sintomas da pressão elevada? Os sintomas são dor de cabeça, tontura, retenção de liquido, fraqueza e dores no peito.
Quais os alimentos que ajudam a controlar a hipertensão? Os vasodilatadores. Eles dilatam a parede das artérias, aumentando o transporte de oxigênio, glicose, aminoácidos e outros nutrientes, melhorando a pressão arterial. Estão presentes em alimentos como beterraba, frutas vermelhas, oleaginosas como as castanhas e nozes, entre outros.
O alho possui alicina que tem ação anti-inflamatória e auxilia no controle da pressão arterial. Ele pode ser acrescentado nas saladas e na comida.
O cacau 100% é fonte de flavonóides, que promove relaxamento dos vasos sanguíneos e consequentemente, diminuição da pressão arterial.
Os grãos integrais, os legumes, as verduras, as frutas e a fibras consumidas diariamente estão diretamente relacionados com a diminuição da pressão arterial.
As gorduras boas, como o azeite de oliva, estimulam a produção de óxido nítrico, um excelente regulador da pressão sanguínea.
A cúrcuma tem ação anti-inflamatória e antioxidante. Uma dica é substituir os caldos industrializados pela cúrcuma.
Também é importante incluir alimentos que são fontes de potássio, magnésio e cálcio. Eles promovem um relaxamento nos vasos sanguíneos que diminuem a hipertensão arterial. Estão presentes nas folhas verdes escuras, beterraba, feijão, banana, semente de abobora, abacate, suco verde e outros.
Orientações importantes: Use temperos que a natureza nos proporciona, como a cebola, alho e temperos verdes. Pratique exercício físico regularmente. Ingira 02 litros de água por dia nos intervalos das refeições para uma boa hidratação. Mantenha o peso adequado. Evite o fumo e bebidas alcoólicas em excesso. Controle o seu estresse.
Tirar o sal da alimentação ajuda controlar a hipertensão arterial? A pessoa deve controlar a quantidade de sal utilizado e substituir o sal de cozinha refinado que contém o cloreto de sódio, pelo sal integral marinho não refinado ou o sal do himalaia (sal rosa), esses tipos de sal são menos agressivos para o organismo.
Quais os alimentos que podem provocar a hipertensão? São os alimentos ricos em sódio que estão presentes nos produtos industrializados, condimentos prontos, extrato de tomate, massa instantânea, sopas prontas, nos embutidos, o excesso de sal de cozinha, o excesso de café preto, refrigerante a base de cola, chá preto e chimarrão.
A hipertensão geralmente é causada pelo excesso de sódio no organismo e o excesso de doces e açúcar também pode prejudicar a hipertensão? O excesso de sódio aumenta a pressão arterial, mas o açúcar também pode ser o vilão. O excesso de açúcar e doces contribui para o aumento de peso e uma resistência insulínica, que obriga o coração a bombear o sangue com mais força e com maior pressão nos vasos, contribuindo para o aumento da pressão arterial.
O controle da hipertensão arterial não está somente no remédio mas também em mudanças de hábitos alimentares e se necessário uma suplementação de magnésio, vitamina D e outros micronutrientes necessários para o organismo do paciente. Não adianta acrescentar na comida diariamente caldos prontos, extrato de tomate, produtos industrializados e embutidos achando que o remédio vai fazer milagres. Temos que ter um equilíbrio no nosso organismo como um todo.
Vamos cuidar das nossas crianças e oferecer menos produtos industrializados, mais comida de verdade e saudável para que futuramente essa criança não venha a desenvolver hipertensão e outras doenças. “A EVOLUÇÃO DA CIÊNCIA DA NUTRIÇÃO NOS MOSTRA, CADA VEZ MAIS, COMO NUTRIENTES PRESENTES NATURALMENTE NOS ALIMENTOS FORMAM NOSSAS CÉLULAS E NOS FAZEM FUNCIONAR EM TODOS OS NÍVEIS”