Município de Guaporé
Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
09/03/2018
Projeto que visa reinserir apenados na sociedade é realidade em Guaporé
Postado por: Secretaria deSegurança Pública e Trânsito
Projeto que visa reinserir apenados na sociedade é realidade em Guaporé

Um dos principais fatores que causam reincidência após o cumprimento de pena no sistema carcerário brasileiro é a falta de oportunidade de recomeçar a vida com trabalho e dignidade. A ressocialização de apenados é tão importante quanto o cumprimento das condenações, para que as pessoas que cometeram algum crime paguem sua conta com a sociedade.
Em Guaporé, um projeto exemplar iniciou nesta semana, oportunizando que pessoas que cumprem pena no regime semi-aberto encontrem atividades de trabalho e colaborem com a limpeza e embelezamento da cidade.
Dentro deste objetivo, o Poder Público Municipal firmou convênio com a Susepe, permitindo a utilização da mão de obra do semi-aberto do Presídio Estadual de Guaporé auxiliando nos serviços gerais da secretaria de Obras.
“Estamos nesta semana fazendo a primeira experiência, que tem se mostrado muito positiva. Tanto na acolhida pelos funcionários públicos da secretaria quanto no rendimento diário de cada trabalhador que juntou-se a nós em busca de uma nova chance na sociedade”, diz o secretário de Obras.
“Estudamos toda a parte legal para iniciarmos este projeto com a certeza de que será muito importante. Cabe salientar que cada apenado trabalha 8h por dia, sem criação de vínculo empregatício com o Município, mas eles são beneficiados com redução de pena, para cada três dias trabalhados menos um dia de pena, e com remuneração de acordo com a Legislação. Sempre estão acompanhados pelo responsável, Juarez Sgarbosa, e qualquer comportamento em desacordo pode acarretar no desligamento. Mas temos certeza que as oito pessoas beneficiadas irão aproveitar essa chance da melhor forma possível, porque acreditamos que todos merecem uma segunda chance”, diz o secretário de Segurança Pública.
O convênio foi firmado junto ao prefeito, vice Adalberto Bastian, apoiadores do projeto, secretários municipais e com a diretoria do Presídio de Guaporé, através da diretora Marisete Michelon.
Realizam este tipo de trabalho aqueles que cumprem penas por delitos mais leves, mostrando que é possível uma volta à sociedade, sentindo-se útil, apoiado e com oportunidade para reescrever a história, sem recorrer aos artifícios do mundo do crime.
A construção da Segurança Pública também passa pelas políticas de não violência.