Município de Guaporé
Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
01/03/2018
Departamento de Trânsito registra atos de vandalismo
Postado por: Secretaria deSegurança Pública e Trânsito
Departamento de Trânsito registra atos de vandalismo

O nível de cultura de um povo se mede, também, com a conservação de seu ambiente. O patrimônio vai além da casa, do carro, dos bens materiais. Chega às ruas, praças, parques. Tudo aquilo que é público e que se usufrui de forma coletiva, também é de responsabilidade do cidadão. Porém, em Guaporé, algumas pessoas além de não respeitarem o que é de todos, ainda depredam o patrimônio público.
“Eu, José Ortiz, fiquei estarrecido com o que venho presenciando em nossa cidade, principalmente nos finais de semana. É lamentável ver que o nosso patrimônio é usado como válvula de escape para alguns extravasarem suas iras. Como todos os covardes, usam da artimanha de se esconder para praticarem seus atos. Coincidência ou não, os moradores de bem que sofrem, vão pagar a conta final pelos atos de irresponsabilidades por parte de alguns desocupados. O que leva um ser-humano a ter o prazer de quebrar lixeiras, pontos de ônibus, placas de sinalização de trânsito, placas de identificação de ruas? Não fosse isso o suficiente, deparei-me, na Avenida Silvio Sanson, com um jovem passeando de carro, bebendo cerveja e arremessando as garrafas na calçada. Para quem não sabe VANDALISMO É CRIME. O ato de vandalismo é uma ação de hostilidade, violência, destruição, contra patrimônios públicos, históricos e privados, atos ilegais, onde em primeiro momento deve-se entender que causar danos é crime, consoante o artigo 163 do Código Penal” explica o diretor do Departamento de Trânsito.
Diz a Lei ART.163: dano destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia- pena-detenção, de um a seis meses, ou multa.
“O Poder Público faz a parte dele, e se os marginais destroem o patrimônio fica difícil. Portanto, queridos conterrâneos ao verem qualquer ato de vandalismo denunciem. Podemos e devemos viver em uma sociedade mais justa e decente. Só depende da atitude de cada um de nós. Perguntar não ofende: você está fazendo sua parte?”, conclui Ortiz.