Município de Guaporé
Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
23/01/2018
Febre Amarela: vacinação acontece para quem viaja às áreas de risco
Postado por: Secretaria da Saúde
Febre Amarela: vacinação acontece para quem viaja às áreas de risco

O surto de febre amarela que ocorre no Brasil, em especial nas regiões de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Espírito Santo, tem preocupado a população fora da área de risco. É o caso dos moradores do Rio Grande do Sul. Devido ao risco da doença, a Secretaria Estadual da Saúde estendeu a vacinação para todas as regiões. A medida é preventiva, pois, muitos são os gaúchos que viajam para as regiões de risco para o desenvolvimento de atividades profissionais ou para o turismo. Estes devem tomar a vacina com, no mínimo, 10 dias de antecedência, tempo necessário para que o organismo comece a criar imunidade às picadas dos mosquitos transmissores da enfermidade.
“Entre 2016 e 2017, foi registrado o surto mais expressivo de febre amarela no Brasil. A região sudeste foi a mais afetada, quando foram registrados 779 casos humanos e 262 óbitos”, destacou a enfermeira Regina Fin – responsável pelo setor epidemiológico e de imunizações.
Em Guaporé, segundo Regina, não há motivos para uma corrida desenfreada ao Centro Municipal de Saúde ou às Estratégias de Saúde da Família (ESFs). Somente quem necessitar viajar para as áreas de risco ou para o exterior deve imunizar-se. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferta a vacina contra a febre amarela.
“A vacina está disponível durante todo o ano nas unidades de saúde e é aplicada em dias pré-determinados para que não ocorra desperdício das doses (frasco multidoses com pouca validade após aberto). Por rotina, é aplicada a partir dos nove meses de idade. As pessoas com mais de 60 anos devem procurar avaliação médica para receber a vacina e no caso de viajantes, estes devem receber a dose pelo menos 10 dias antes do deslocamento para áreas de risco, principalmente, para os indivíduos que são vacinados pela primeira vez. De rotina todo o indivíduo deve ter uma dose da vacina ao longa da vida”.
Regina afirma que não existe mais reforço da vacina. O Município de Guaporé é considerado área de risco por apresentar regiões com primatas e vetores, e por ser cidade polo para viajantes e deslocamento de pessoas para área de risco.
“Em 2017, a Secretaria Municipal da Saúde realizou a vacinação de toda a área rural com mapeamento, revisando os cartões de vacinas da população. Cabe salientar que não temos casos de febre amarela na cidade, mas temos sim os vetores necessários para que ocorra uma contaminação”.
Podem tomar a vacina contra a febre amarela crianças a partir de nove meses e adultos com até 60 anos. Ela é contraindicada para pacientes em tratamento de câncer, pessoas com imunossupressão, com reação alérgica grave à proteína do ovo e gestantes. No caso dos idosos, a vacinação deverá ser aplicada após avaliação dos serviços de saúde.

Saiba mais

O vírus da febre amarela é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados. A doença não é passada de pessoa a pessoa. A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da doença A pessoa apresenta os sintomas iniciais 3 a 6 dias após ter sido infectada.

Sintomas
Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. A maioria das pessoas melhora após estes sintomas iniciais. No entanto, cerca de 15% apresentam um breve período de horas a um dia sem sintomas e, então, desenvolvem uma forma mais grave da doença.