Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
27/11/2017
Mais saúde: O que comer no jantar?
Postado por: Secretaria da Saúde
Mais saúde: O que comer no jantar?

Não jantar à noite ajuda a perder peso? Acho que essa é uma dúvida que muitas pessoas têm, principalmente quando se pensa em perda de peso. Escuto de muitos pacientes a seguinte afirmação: "lá em casa nós não jantamos, fazemos apenas um lanche que é muito leve e não sei porque me sinto inflamado, constipado e não consigo emagrecer”. As pessoas acham que comer duas fatias de pão integral com 1 fatia de queijo ricota light e peito de peru industrializado ou geléia diet é saudável, mas isso é um grande engano. Não quer dizer que alimentos que contêm baixas calorias são saudáveis, devemos entender um pouco da bioquímica do nosso organismo. Nosso organismo é formado por células e essas células precisam de micronutrientes para se nutrir adequadamente. As vitaminas e minerais não estão nos industrializados estão na natureza, são esses alimentos que vão nos fornecer os 44 nutrientes necessários para a formação das novas células que trocamos diariamente. Se olharmos bem, uma refeição nutritiva e equilibrada vai nos nutrir mais do que o sanduíche. Somente com essa informação já temos uma direção do que tem que ser a base da nossa alimentação através dos legumes, verduras, gorduras boas, sementes, oleaginosas, leguminosas, peixes, ovos e outros. Mais importante do que a quantidade é a qualidade dos alimentos que devemos ingerir na alimentação e pra isso ela precisa de muita variedade de nutrientes. Outro hábito nada saudável é comer sempre os mesmos alimentos todos os dias fazendo uma monotonia alimentar. Nosso organismo não aguenta monotonia. Um exemplo: as pessoas comem pão três vezes por dia e não às vezes. Sempre é a mesma coisa: pão, presunto e queijo ou trocam a carne bovina pela de frango comendo de meio dia e de noite sempre a mesma coisa: frango, frango e frango. Lembrando que os processos inflamatórios ocorrem quando se consome o alimento todos os dias e frequentemente, por isso vamos variar nossa alimentação, já que a natureza nos deu mais de 200 tipos de alimentos diferenciados. Qual o melhor horário para jantar? O horário do jantar, não precisa ser às 17h como a sua avó fazia, mas também não deve ser às 21h como muita gente faz. O horário ideal é jantar no máximo até as 19h30. Comer pouco no jantar emagrece? Depende. De que adianta comer pouco se os alimentos ingeridos são de péssima qualidade. O jantar deve ser uma refeição que contenha todos os nutrientes importantes como as vitaminas, sais minerais, fibras, proteínas, gorduras boas e carboidratos complexos de ótima qualidade. O que é carboidrato complexo? É aquele que contém fibras e amido, como por exemplo couve, agrião, brócolis, berinjela, pepino, chuchu, abobrinha, batata yacon, batata doce, arroz integral, aveia, inhame e outros. Quando come um carboidrato com fibras a pessoa sente mais saciedade e não engorda tanto. O que não pode comer à noite são os carboidratos simples juntamente com carne animal. A combinação de gordura animal com carboidrato simples vai gerar muita glicose no sangue aumentando mais seu tecido adiposo e com o tempo você pode adquirir uma resistência insulínica e complicações na saúde. O grande vilão metabólico depois de uma refeição é a glicose excessivamente no sangue e a combinação da glicose com gordura animal . Então comer pão branco com presunto ou carnes e queijo light não é uma boa combinação. Por isso a importância de estudar o organismo e as células do nosso organismo. E não tratar o alimento somente por calorias. O que é carboidrato simples? Os carboidratos simples são o arroz branco, pão, massa, bolos e outros. Esses carboidratos não combinam com gordura animal e também não combinam com açúcares simples como o agave, refrigerante e o açúcar branco, então tomar sucos mesmo, se forem naturais, durante as refeições também não é uma boa opção. Você pode comer a fruta nos lanches. Feijão, uma carne, os legumes e um pouco de arroz é uma boa opção de jantar? Depende. O que não pode combinar com a carne animal é carboidrato simples e sucos de frutas concentrados. O melhor arroz é aquele que contém carboidrato complexo como por exemplo o arroz integral. Pode-se incluir as leguminosas como o feijão, lentilha, grão de bico, que são proteínas vegetais de ótima qualidade. Uma dica: monte um prato colorido de legumes e verduras e comece a ingerir esse prato primeiro, não vale ser apenas 1 fatia de tomate e 1 folhinha de alface. Deve ter no mínimo 3 tipos de vegetais variados e coloridos. Eu acho muito interessante de noite substituir a carne, comendo ovos, principalmente o ovo caipira que contém na sua composição 60 micronutrientes, ótima fonte de proteína e gordura boa, onde você pode fazer na forma de omelete, cozido na água ou mexidos. Muitas pessoas não gostam de comida à noite, o que essas pessoas podem comer para substituir o pão? Uma dica para substituir o pão branco é um belo omelete com legumes, batata doce, panqueca de banana, abobrinha refogada e entre outros. Algumas dicas para você melhorar sua janta: jante antes das 19h30, comece a ingerir o prato de salada e legumes coloridos e variados, o que deixa mais saciado. Também proteína e fibras. Acrescente sempre uma gordura boa como azeite de oliva e uma semente, por exemplo, gergelim na salada e nos legumes, não tomar líquidos e nem sucos durante as refeições, mastigar devagar para ter uma boa digestão, não ingerir sempre o mesmo alimento. Invista em alimentos que contêm nutrientes como, por exemplo: 50% do prato de verduras com arroz integral e lentilha; ou 50% do prato de verduras com batata doce e omelete de legumes; ou 50% do prato de verduras com panqueca de banana e filé de sardinha; com criatividade a lista acima pode ficar enorme. “CUIDAR DA SUA SAÚDE É A MELHOR PREVENÇÃO” Michele Dagnese e Ana Paula Trentin Secretaria da Saúde de Guaporé