Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
17/07/2017
Mais Saúde: um programa sobre nutrição e qualidade de vida
Postado por: Secretaria da Saúde
Mais Saúde: um programa sobre nutrição e qualidade de vida

Mais Saúde!

Este é o espaço Mais Saúde, da Secretaria Municipal da Saúde, onde as nutricionistas Michele Dagnese e Ana Paula Trentin fornecerão dicas nutricionais para melhorar a qualidade de vida da população em geral.
Hoje falaremos sobre o Intestino, nosso segundo cérebro.

O intestino possui um sistema nervoso próprio, chamada de sistema nervoso entérico, que se comunica com o cérebro. Os alimentos ingeridos geram sinais químicos enviados do intestino para o cérebro dando o comando de saciedade. Os mesmos neurotransmissores que encontramos no cérebro encontramos também no intestino. O intestino tem funções importantíssimas no nosso organismo. É nele que ocorre a absorção de vitaminas e minerais.Muitas pessoas não sabem, mas até dois quilos do nosso peso são de bactérias intestinais e delas dependem a nossa saúde ou doença. Existe uma grande guerra entre as boas bactérias e as más bactérias. Quando as más bactérias ganham a batalha, chamamos essa situação de disbiose intestinal. Uma alimentação inadequada, pobre em fibras, rica em açúcar e gordura, com baixa ingestão de água,com exposição de toxinas, ingestão diária de alimentos de difícil digestão gera desequilíbrio na microbiota intestinal. As mas bactérias adoram alimentos como o açúcar, doces, adoçantes, farinha branca, leite e outros. Também o uso prolongado de antibióticos, anti-inflamatórios e corticoides é um dos fatores capazes de provocar aumento da permeabilidade intestinal. Você sabia que o hormônio da serotonina é produzido 95% no intestino.

A serotonina é produzida no intestino?
Sim. A serotonina é responsável pelo bom humor, sensação de bem estar, regula o sono, metabolismo e apetite. A falta dessa serotonina pode causar irritabilidade, alteração de sono, depressão e ansiedade.Se uma pessoa apresentar esses tipos dedistúrbios é necessário iniciar o tratamento no intestino. Tem pessoas que comentam comigo: doutora eu como só alface estufo e engordo. É verdade. Se a barreira intestinal dessa pessoa estiver comprometida ela não vai emagrecer. A obesidade depende de um bom equilíbrio no organismo.

Ir ao banheiro todos os dias é estar com o intestino saudável?
Não. Não é porque a pessoa vai todos os dias no banheiro que seu intestino é saudável. Quando você está com o seu intestino 100% integro e a sua microbiota intestinal saudável você deve perceber que quando evacuou o papel deve sair limpo, a consistência de suas fezes devem estar na forma de bananinha e que afunde na água, não deve ter cheiro, e entre outros. Também é importante detectar se o intestino está com bactérias ruins, germes ou parasitas. É olhar no exame de hemograma o eosinófilos, se estiver acima de 1 devemos dar uma atenção maior na nossa microbiota. Esse exame é um exame simples que nos postos de saúde podemos adquiri-los.

Como podemos recuperar nosso intestino e deixá-lo mais saudável?
Recoloque boas bactérias comendo comida de verdade que vem da natureza e menos produtos industrializados. Todas as vitaminas e minerais vêm de legumes, verduras, frutas e cereais integrais. A nossa parede do intestino precisa ser como a parede da nossa casa: toda rebocada cheia de tijolos fortes e blindados contra agentes agressores. Para isso, uma das primeiras atitudes é começar o tratamento acrescentando o uso de probióticos ou kefir, eles são compostos por bactérias saudáveis que restabelece o equilíbrio intestinal, a integridade da mucosa e o fortalecimento no sistema imunológico. Para que as bactérias saudáveis se multipliquem no intestino precisamos ingerir alimentos que são prebióticos como alho, cebola, banana, gengibre, acrescentar biomassa de banana verde na comida,acrescentar diariamente o grupo das brássicas como brócolis, repolho, couve, couve flor e outros. Também é importante ingerir 03 litros de água por dia longe das refeições, 50% do seu prato deve ser composto por legumes e verduras cruas. Para ter uma boa digestão 40 minutos depois tomar um chá de alecrim, hortelã ou funcho. Equilibrar o organismo com vitaminas e minerais necessárias para o seu organismo, fazer atividade física regularmente,retirar alimentos de difícil digestão que não são os mesmos para todo mundo para uma pessoa pode ser o trigo, para a outra a soja, ou o amendoim, o leite de vaca (não adianta comprar alimentos sem lactose que o problema é a proteína doleite que é a beta lactoglobulina). A difícil digestão destes alimentos é causada pela ingestão diária destes alimentos. Vamos entender um pouco sobre esses alimentos de difícil digestão: Se você não tiver a parede do intestino integra e saudável em vez de uma porta de entrada terá um portão de entrada de substâncias, e por ele atravessa tudo o que não deveria. Quando essa barreira não está em ordem permite a passagem desses agentes nocivos, que ao entrarem na corrente sanguínea podem desencadear problemas de saúde. Nosso sistema imunológico detecta estes agentes nocivos como um corpo estranho começando a atacar.Para se defender nesse processo ele inflama como defesa gerando processos inflamatórios como por exemplo uma rinite, sinusite, bronquite, gastrite, artrite. Proteína mal digerida é alimento para bactérias ruins que fermentam e provocam gases e estufamento e isto é chamado de hipersensibilidade alimentar.Preste atenção se você tem gases e estufamento diariamente isso é um alerta que sua parede intestinal não está funcionando adequadamente.
Nada adianta uma alimentação impecável, uma suplementação maravilhosa se o intestino não está em condições de absorver os alimentos adequadamente. É importante não tomar líquidos durante as refeições porque prejudica a digestão, mastigar bem os alimentos para que este alimento possa ser quebrado e digerido corretamente. Dormir no mínimo 08 horas por dia para conseguir produzir os hormônios da serotonina, dopamina, noradrenalina e entre outras .
Nós somos o que conseguimos absorver no organismo. Um intestino saudável impede que diversas moléculas indesejáveis penetrem no organismo e façam disparar os gatilhos de processos inflamatórios tão prejudiciais para nossa saúde, tanto física quanto mental. Muitas doenças começam no intestino como cirrose, ferritina alta, alergias, obesidade, doença cardiovascular, diabetes, candidíase e entre outras.
Essas foram algumas dicas para viver melhor e com mais saúde.