Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
28/06/2017
Reforma emergencial nos educandários após temporal
Postado por: Secretaria da Educação
Reforma emergencial nos educandários após temporal

Pensando em fornecer total segurança aos alunos e funcionários das escolas municipais, que passaram por avarias após o temporal de 8 de junho, a Secretaria da Educação, de Guaporé, prepara uma grande ofensiva em obras de recuperação e reformas emergenciais. Se o processo pedagógico anda em conformidade com o planejamento, apesar de uma pequena reestruturação em virtude dos últimos acontecimentos, é no campo da infraestrutura, ou seja, melhoria das estruturas dos educandários que os pais/responsáveis, corpo docente e educandos irão perceber transformações substanciais nos próximos meses.
Com desgastes pelo tempo e principalmente pelas fortes chuvas que atingiram o município nos meses de maio e principalmente nos primeiros dias de junho, algumas escolas sofreram avarias nos telhados, paredes e nas partes elétrica e hidráulica. As situações que requerem maior atenção e ações urgentes por parte do Poder Público são os educandários Nairo José Prestes (bairro Nossa Senhora do Carmo – Pinheirinho) e Dr. Jairo Brum (bairro Santo André). Infiltrações e problemas no escoamento de água nas calhas, gerosas danificadas e rachaduras em paredes, são alguns dos melhoramentos que farão parte do pacote de medidas tomadas pelo Poder Executivo.
Equipe de engenheiros da Secretaria de Coordenação e Planejamento, juntamente com responsáveis pelas edificações dos imóveis, estiveram visitando os locais para certificarem-se do que precisa ser feito e se havia risco iminente para as direções, professores, alunos e funcionários. A constatação é de que não há riscos, mas reformas emergenciais devem ser executadas, conforme destacou a secretária de Educação Veridiana Tonini.
“Paramos o planejamento que estávamos executando e nos dedicamos às ações para a infraestrutura das escolas. Nos voltamos, primeiramente, a parte elétrica e com os telhados. Verificamos que as nove escolas foram atingidas, algumas com problemas pontuais e outras diversos. Há muito tempo os educandários necessitavam de reformas constantes e isso agravou-se pós enxurrada/temporal do dia 8. Agora, com a situação de emergência decretada, vamos urgentemente recuperá-las. Quero acalmar a comunidade e deixar tranquilos os pais porque tomamos todas as medidas cabíveis e precauções necessárias para que nada venha acontecer”, salientou.
Além da infraestrutura dos prédios, a secretaria contabiliza a perda de equipamentos de informática, mobiliário e materiais escolares. A aquisição está em processo de tramitação. Segundo Veridiana, as atividades nas escolas municipais, mesmo com as reformas, continuarão normais. Em determinando momento, quando houver necessidade de melhorias internas da estrutura, poderá ocorrer a interrupção das atividades e a possibilidade dos pais/responsáveis precisarem manter os filhos em casa. Todos serão avisados com antecedência.