Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
27/06/2017
Procon busca informações da RGE
Postado por: Governo
Procon busca informações da RGE

O Procon de Guaporé foi muito acionado por clientes da Rio Grande Energia nos dias que seguiram ao temporal de 8 de junho. A interrupção de fornecimento de energia elétrica atingiu centenas de famílias e a falta de informações por parte da concessionária, mesmo dias após o ocorrido, levou o Procon a buscar explicações num prazo de 72 horas, através de notificação.
Datado do de 12 de junho, o termo argumenta que o fornecimento de energia elétrica é serviço essencial, indispensável e conforme legislação vigente, buscou resposta da RGE já que houve relatos de muita demora no restabelecimento da energia nos dias 8, 9 e 10 de junho, além de reclamações de descaso, tendo os consumidores procurado explicações sem obter resposta. Muitos passaram mais de 60 horas sem energia elétrica, sendo prejudicados também de forma financeira, dada perda principalmente de alimentos e impossibilitando o trabalho, já que sem luz é impossível utilizar equipamentos eletrônicos.
De acordo com o Código de Defesa do Consumidor os órgãos públicos, por si ou por suas empresas concessionárias, são obrigados a fornecer serviços adequados, eficientes, seguros e contínuos, quando essenciais, como é o caso da energia elétrica. Obviamente, diante de catástrofes naturais, compreende-se a suspensão temporária dos serviços, porém, o Código deixa claro, que nestes casos é direito básico que a informação prestada aos consumidores seja rápida e clara.
Para assegurar a Lei, o Procon foi acionado, e assim que notificada, a RGE também manifestou-se.
De acordo com as explicações do fornecedor, somente no dia 8 de junho foram registradas 6.123 ocorrências com solicitação de atendimento emergencial. A interrupção de energia atingiu 235 mil unidades da região de cobertura da concessionária. A RGE também apresentou dados específicos de Guaporé, alegando que foram 83 solicitações de atendimento emergencial nos três dias, de 8 a 10 de junho, totalizando 17.274 os clientes interrompidos.
Na madrugada do dia 8 de junho a RGE registrou o desarme de dois alimentadores, que interromperam o fornecimento para 10 mil unidades consumidoras do município.
O atendimento emergencial se manteve nos dias seguintes em pontos considerados específicos, em decorrência dos eventos climáticos, principalmente na área rural, onde a vegetação próxima à rede teve grande influência nos estragos.
As principais causas das ocorrências em Guaporé:
Vegetação arremessada sobre a rede, descargas atmosféricas, objetos arremessados contra a rede, desligamento por segurança e vento.
A RGE afirma ainda manter um serviço constante de manutenção e prevenção e acompanhar atentamente alertas meteorológicos visando minimizar eventos deste porte. Afirma que está reforçando a inspeção da rede elétrica, com ações efetivas na manutenção da rede de distribuição. Reforçou ter atendido todas as medidas e esforços necessários para restabelecer o fornecimento, e que os casos foram atípicos e motivados por força maior, muitas vezes ultrapassando até mesmo os limites estabelecidos em legislação.
Para Rafael Ostemberg, coordenador do Procon, as explicações foram satisfatórias, evitando assim as punições legais em caso de descumprimento da Lei. “A informação é uma arma importante da população. Ela assegura os direitos das pessoas e principalmente, deve estar ao alcance de todos. Foi isso que fizemos. Quando percebemos muitas pessoas sem informação sobre o caso, buscamos pelas vias legais, uma explicação oficial. A mesma chegou dentro do prazo correto e trouxe muitos dados importantes sobre a extensão dos estragos. Salientamos que se houver pessoas que foram lesadas e ainda não buscaram seus direitos, que o Procon está sempre à disposição”.
O Procon de Guaporé funciona na Casa da Cultura, sala 107, de segunda a sexta, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h30min.

Na foto
Temporal causou muitos estragos na cidade e na área rural. RGE apresentou relatório de atividades nos dias 8 a 10 de junho.