Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
23/05/2017
Educação: Juíza e Promotor participam de encontro de formação
Postado por: Secretaria da Educação
Educação: Juíza e Promotor participam de encontro de formação

Um encontro muito importante reuniu, na noite de 22 de maio, no Auditório da Escola Municipal Imaculada Conceição, os monitores e atendentes que atuam na Rede Municipal de Educação Infantil e no Ensino Fundamental, além de diretores, vices e coordenadores pedagógicos.
A secretaria municipal, coordenada pela secretária Veridiana Tonini, uniu duas importantes figuras do Judiciário e MP, que atuam fortemente em Guaporé na manutenção dos direitos das crianças e adolescentes, para que pudessem compartilhar conhecimento com os profissionais.
Uma palestra, ministrada pela Juíza da Infância e Juventude da Comarca de Guaporé, Dra. Renata Dumont Peixoto Lima e pelo Promotor de Justiça, Dr. Laerte Kramer Pacheco abordou todos os pontos da Legislação e da importância da afetividade junto às crianças e jovens nas escolas, para que a formação educacional, também seja pautada pelo amor, carinho, respeito e garantia de direitos.
“É de grande valia, pois é uma tentativa de conscientização do papel dos educadores na sociedade e também da responsabilidade que eles têm, no caso de uma conduta de forma indevida, que possa causar prejuízos aos menores. A secretária Veridiana percebeu a importância dessa informação, da consciência do papel que os profissionais da educação desenvolvem”, afirmou o promotor. Para a Juíza, “tratar de um assunto tão sério é fundamental. O cuidado, o afeto por parte dos monitores para com as crianças é tema fundamental: quais as medidas de proteção, qual o olhar que o Estatuto da Criança e do Adolescente tem hoje para com o cuidado aos jovens, às crianças. Também apresentamos casos práticos, apontamos os caminhos das investigações, para que possamos sempre proteger o menor. Felizmente a cidade de Guaporé não tem, desde minha chegada ao Juizado, nenhum caso de condenação de um monitor, seja no plano civil ou judicial, com algum comportamento que possa configurar delito. Há uma grande preocupação do Município para com a formação desses monitores, para que saibam da responsabilidade que é lidar com crianças, principalmente as da idade que estão frequentando a Educação Infantil”.
Para a secretária Veridiana, iniciativas como essa aproximam a secretaria da Educação do Judiciário, no sentido do fortalecimento da rede de proteção às crianças e jovens, primando por um atendimento de excelência em todas as escolas. Ela adianta que novos passos serão dados, com formação de professores na próxima etapa, e o estudo também de encontros com os pais ou responsáveis. “Queremos que nossos profissionais, que a comunidade escolar, que os pais, responsáveis, caminhem juntos na educação e proteção de nossos estudantes. E temos muitos projetos para serem postos em prática. Este encontro foi um grande sucesso, agradecemos imensamente a disponibilidade de nossos convidados especiais, Dra. Renata e Dr. Laerte”, finaliza.