Guapore - Inicial  
Tempo
Pesquisar:   Acessibilidade A1 A2 A3
Serviços:               Portal da Transparência:
Declaração
Eletrônica ISS
 
Nota Fiscal Eletrônica
de Serviços
 
Portal
Municipal
 
Edital de Concurso Público
 
Prefeitura Transparente
 
Serviço de Informações
ao Cidadão
 
Portal da
Transparência
Home
NOTÍCIAS
23/03/2017
Cinema: segunda sessão já tem data marcada
Postado por: Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Desenv. Econômico
Cinema: segunda sessão já tem data marcada

Foi considerada um sucesso a primeira edição do Cine Sesc na Casa da Cultura, um projeto que traz a visão da Secretaria de Turismo de Guaporé de oferecer à comunidade opções culturais diferenciadas.
“Foi o primeiro passo, ainda tímido. Mas ficamos felizes com as pessoas que atenderam nosso convite e vieram conhecer nosso projeto. Assim como em outras cidades, cada pessoa que participou da primeira sessão, convidou amigos e multiplicou o público nas sessões seguintes. Tivemos uma noite agradável, cultural, com um filme maravilhoso e com cerca de 40 pessoas que vieram conhecer esse projeto e que abraçaram essa iniciativa, para que muitos outros filmes cheguem às telas da Casa da Cultura”, diz Cristiane Viel, secretária de Turismo.
Participaram da abertura, além de Cristiane, o prefeito Valdir Fabris, o vice Adalberto Bastian e colegas de outras pastas.
O público também foi bem variado, com pessoas de todas as idades, jovens, pais com seus filhos, professores, grupos de amigos. Cristina Rasera, do Sesc, agradeceu a presença da comunidade e reforçou a continuidade e fortalecimento da parceria com o Poder Público.
A segunda Sessão acontecerá dia 26 de abril, às 19h30min, com o filme “Romance do Vaqueiro Voador”. Mistura de drama e documentário, O Romance do Vaqueiro Voador é um filme que relata a construção de Brasília. O que se mostra, entretanto, é a tropa de desconhecidos que participou da obra e conta suas histórias. Fala-se da grande quantidade de gente vinda de fora, principalmente da região nordeste, e de um projeto que não podia parar.
Os relatos dão conta da grande quantidade de operários que morreu e, em depoimentos, conta-se que as pessoas eram enterradas em valas no meio da obra mesmo. Um dos personagens que o longa foca é um homem que caiu de um andaime, numa representação daqueles que perderam a vida durante a utopia de erguer e habitar a capital do país.
A sessão de cinema é gratuita e aberta à comunidade.